Doria diz que é ‘Neymar’ após afirmar que Lula se comparou a Messi

lula-doria-neymar-messiLula e João Doria estão em viagem pelo Brasil

Pragmatismo Político

18/AUG/2017 

Depois de chamar Lula de sem-vergonha, mentiroso, preguiçoso e covarde, João Doria se compara a Neymar. Prefeito de São Paulo tem sido criticado por ter abandonado a cidade para fazer um tour pelo Nordeste

Durante caravana que realiza pelo Nordeste, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que João Doria (PSDB) cumpre seu papel ao atacá-lo.

“Ele faz tipo um cara de novela. Tem um papel a cumprir. Vou atacar Mascherano [zagueiro do Barcelona] ou Messi? Tô apanhando que nem cachorro vira-lata e quando esses caras veem uma pesquisa, eu tô na frente”, disse Lula em entrevista à Rádio Metrópole, da Bahia.

Lula ainda afirmou que Doria “saiu do nada” e que não o conhecia: “Eu queria que ele governasse São Paulo, só isso. Primeiro vai ter que comprovar que ele pode fazer. Uma coisa é gerir quitanda, outra coisa é gerir uma cidade”, disse.

Na entrevista, Lula ainda afirmou que será candidato à Presidência da República “para ganhar”. E que, mesmo se for impedido pela Justiça de concorrer, terá papel de protagonismo na campanha presidencial.

“Serei cabo eleitoral mais valioso deste país. Eu serei como o Neymar está para o PSG, eu estarei para as eleições de 2018. Eu estou muito tranquilo e consciente do que precisa ser feito para este país”, afirmou.

“Sou Neymar”

“O Lula me atacou e disse que é o Messi. Pois então Lula, eu te digo que eu prefiro ser o Neymar, que é brasileiro e negro, Lula. Essa é a minha escolha”, disse Doria no início da tarde desta sexta, em evento que participou em Fortaleza com a presença de líderes empresariais do Ceará.

Pouco antes, Doria já havia chamado Lula de “sem-vergonha, mentiroso, preguiçoso e covarde” por críticas que diz ter recebido do ex-presidente, entre eles o fato de estar viajando muito. Somente em agosto Doria já esteve em três capitais do Nordeste, Salvador, Natal e Fortaleza, e ainda nesta sexta visita uma quarta, Recife.

Doria rejeitou que suas viagens tenham caráter de pré-candidatura à presidência em 2018. “Eu não sou candidato, e não cabe a mim apontar bons nomes porque não sou da executiva do PSDB. Sou o prefeito de São Paulo”, disse Doria, que tem como padrinho político o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que também pretende ser o candidato do PSDB na eleição presidencial do ano que vem.

 *Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook  

*****

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s