Dança em foco: Prêmio “Onça-Pintada homenageia os melhores bailarinos do MS

dança em foco14/06/2017

Ana Palma / Jornal ‘O Estado’

Com o objetivo de incentivar a arte da dança no Estado e promover o intercâmbio cultural dos artistas locais com outros bailarinos de todo o país e do mundo, o Prêmio Onça-Pintada 4ª Mostra de Dança Clássica e Danças Populares de MS estreia hoje (14) com uma extensa programação. Estima-se que cerca de 500 bailarinos e 40 grupos participarão dos quatro dias de evento, que acontece no Teatro Glauce Rocha.

A primeira edição foi realizada em 2012 e ofereceu ao público espetáculos de qualidade, estimulando assim uma plateia crítica interessada. Nesta 4ª edição, a organização aumentará o quantitativo de participantes e estende as inscrições às participações de bailarinos de diversos Estados brasileiros.

De acordo com Guilherme Oliveira, um dos coordenadores-gerais do Prêmio Onça-Pintada, a expectativa é das melhores para esta edição. “Sobre a introdução das danças populares, entram as étnicas, de raiz, de salão e afro. Ano passado tivemos a participação de um grupo indígena que se apresentou no palco pela primeira vez e este ano outro grupo indígena se apresentará. Felizmente, as apresentações desta 4ª edição contemplam a dança na diversidade de suas vertentes, origens e estilos”, conta ele.

Segundo a idealizadora do projeto e diretora da maior escola de dança da cidade, o Ballet Isadora Duncan, Neide Garrido, todo esforço merece reconhecimento. “Nós, artistas, somos trabalhadores e precisamos de espaço. O festival abre um espaço digno, com toda a estrutura que o bailarino merece”, pontua.

O prêmio traz duas propostas de participação: a competição, que concorre a prêmios em dinheiro, e a mostra avaliada, que estimula a apresentação de trabalhos coreográficos criados ou adaptados de obras autorais. Serão quatro noites de espetáculos entre competições e mostras. Entre as apresentações convidadas o Onça-Pintada traz duas companhias de renome internacional: Cia. Especial de Dança de São Paulo e Cia. Ballet Vera Bublitz de Porto Alegre. O número de jurados aumentou e as premiações receberam novos –e maiores– valores em dinheiro. Um novo espaço técnico-pedagógico de cunho profissional promove workshops e palestras aos participantes.

O corpo de jurados da competição conta com professores e coreógrafos do meio artístico da dança nacional. São eles Marcelo Misailidis – bailarino uruguaio, coreógrafo e diretor; Luan Rattacaso –diretor-geral do Da Vinci Art Studio e Ritmato Cia. de Dança; Thais de Assis –professora da escola de dança da Fundação de Teatro Municipal de São Paulo; Andréa Thomioka –professora e parceirista da Comissão de Análise da Secretaria de Estado de Cultura de São Paulo; Tarik –bailarino, professor e coreógrafo de danças árabes folclóricas; Carla Bublitz –diretora do ballet Vera Bublitz e delegada do Conselho Brasileiro de Dança; e Welton Nascimbene –solista da Cia. Brasileira de Danças Clássicas.

O evento acontece entre 14 e 17 de junho no Teatro Glauce Rocha. Ingressos à venda a R$ 20 na secretaria do evento: Rua Brasil, 17.

Informações: (67) 3383-3219 e programação completa na fanpage do Facebook.

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s