Manoel de Barros: 100 anos de poesia

manoel de barros

14/03/2017

Jornal O Estado

Iuri Guerrero / De Brasília

Senado homenageia centenário do poeta pantaneiro Manoel de Barros em sessão solene

No centenário do nascimento do poeta Manoel de Barros, o Senado promoveu ontem (13) sessão especial em homenagem ao poeta das coisas simples. Autoridades se revezaram ao microfone para destacar a importância de um dos maiores poetas da língua portuguesa, falecido em 2014. Ao elevar as memórias do poeta com essa homenagem, o Senado reconhece a importância de um artista pantaneiro que só foi alçado ao seu lugar devido nas últimas décadas de vida. Enquanto isso, o mercado editorial continua ignorando os diversos brasis e a educação pública está cada vez menos capacitada a fim de pavimentar pistas de voo para novos poetas.

Responsável pelo requerimento da sessão, o senador Pedro Chaves (PSC) era amigo de Manoel e nutria por ele a admiração dos que reconhecem um grande artista. “Na década de 60 tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente em Campo Grande. Aos poucos selamos uma amizade sincera e profícua. Sua matéria era a palavra. Ele me disse uma vez: conheça o mundo, leia os grandes poetas, os grandes escritores, nunca passe correndo por uma obra de arte. Você só pode ser grande se conhecer os grandes. Ele era talento e simplicidade. Coisa incomum de se ver hoje em dia”, afirmou Chaves.

*Ver restante da reportagem no Caderno “Artes & Lazer” de hoje (14/03/@017) do jornal ‘O Estado MS’ : http://www.oestadoms.com.br

*****

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s