Saúde pública de Campo Grande, MS, no banco dos réus

saudeMais uma Ação Civil Pública foi aberta na semana passada e verifica, entre outros problemas, a falta de pediatras – Bruno Henrique/Correio do Estado

12 OUT 2016

Natalia Yahn / Correio do Estado

Todas as 85 unidades de saúde passam por alguma investigação

A saúde pública em Campo Grande é alvo de diversas recomendações, investigações e ações civis públicas, encabeçadas pelo Ministério Público Estadual (MPE-MS) com o apoio do Conselho Municipal de Saúde e do Conselho Regional de Medicina (CRM-MS).

Com problemas que ganharam força a partir de 2013 alguns são graves e urgentes, como a falta de leitos, remédios, materiais (luvas, seringas e até desfibrilador), exames, médicos e trabalhadores da área de saúde.

Enquanto a lista ganha força a quantidade de pacientes que lotam as unidades todos os dias em busca de atendimento só aumenta.

No “banco dos réus”, a saúde pública na Capital enfrenta verdadeiro colapso, só no MPE são pelos menos 160 investigações (inquéritos civis) em andamento em uma única Promotoria de Justiça (a 32ª) – além das notícias de fato e procedimentos preparatórios, e ainda inúmeros casos que já viraram ações judiciais (Ações Civis Públicas).

*Leia reportagem, de Natalia Yahn, na edição de hoje do jornal Correio do Estado. http://www.correiodoestado.com.br

*****

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s