Terra e Fé: Metade do império do Reverendo Moon no MS é alvo de impasses judiciais

 

moon1

11/10/2016

TAINÁ JARA / CORREIO DO ESTADO

Transferência do direito a 17 das 34 propriedades do líder religioso é objeto de ações na Justiça

moon2O ar puro e a vista privilegiada do Rio Miranda são elementos suficientes para ligar a paisagem pantaneira, da Fazenda New Hope, localizada em Guia Lopes da Laguna, distante 234 quilômetros de Campo Grande, à paz tão pregada pelo líder religioso sul-coreano, Reverendo Sun Myung Moon. Sede principal da Associação das Famílias para a Unificação e Paz Mundial (Universal Peace Federation) em Mato Grosso do Sul, a propriedade – vazia, silenciosa e arejada – parece ter invertido de papel com os próprios religiosos que a utilizavam para os longos recolhimentos.

Com problemas fiscais, administrativos e ambientais, o retiro forçado da propriedade começou há mais de dez anos. A mesma situação impactou sob os cerca de 80 mil hectares de terra adquiridos por Moon, durante anos 90, nos municípios de Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Corumbá, Guia Lopes da Laguna, Miranda, Nioaque e Porto Murtinho.

Perdão?

O caos burocrático resultou em um relatório com 60 folhas, divulgado em junho de 2010, por Joon Soo Yang, Myung Ki Shin e outros dirigentes da associação, em que pedem perdão ao “verdadeiro pai”, Reverendo Moon, pelos erros cometidos.

moon3*Ver reportagem completa (de página inteira!) de Tainá Jara na edição de hoje (11/10) do jornal Correio do Estado. www.correiodoestado.com.br

*****

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s