ROTA BIOCEÂNICA / Proposta de criar ligação com Oceano Pacífico é discutida em MS

rota bioceanicaTrajeto de Rota Bioceânica que quatro países discutem implementar – Divulgação

Brasil, Chile, Paraguai e Argentina estão envolvidos no projeto

27 JUL 2016

Por RODOLFO CÉSAR / Correio do Estado

Uma proposta que já foi discutida anos anteriores voltou a ser pauta de Brasil, Chile, Paraguai e Argentina. Trata-se da construção da Rota Bioceânica para promover a exportação desses países a partir de um caminho que leve ao Oceano Pacífico cortando países da América do Sul.

Grupo de trabalho volta a tratar o tema amanhã (28) e sexta-feira (29) em Campo Grande. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) está confirmado na reunião, além do secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, e sete ministros e vice-ministros de Chile, Argentina, Paraguai e Brasil.

A viabilidade da rota no país é de responsabilidade de Mato Grosso do Sul, que precisa estruturar as vias para se construir o caminho. A ligação comercial ainda passaria pelas cidades de Porto Murtinho; Carmelo Peralta, Mariscal Estigarribia y Pozo Hondo (Paraguai); Misión La Paz, Tartagal, Jujuy, Salta, Sico y Jama (Argentina) aos portos da região de Antofagasta e Mejillones e ainda de Iquique e Arica.

Ao chegar ao Porto de Antofagasta estaria completa a ligação com o Oceano Pacifico. Nessa rota, seriam escoados produtos para a Ásia e Oceania sem a necessidade de cruzar o Oceano Atlântico. O caminho inverso seria para beneficiar também o Chile, além das outras economias nacionais.

“Já formalizamos com o Paraguai o acordo para a construção da ponte sobre o Rio Paraguai em Porto Murtinho. A partir dessa ponte será aberta uma rodovia que liga Carmelo Peralta, que é na divisa com o Mato Grosso do Sul, até Marechal Estigarriba, na divisa com Argentina. O trecho no Paraguai totaliza 360 km e depois de pavimentado possibilitará a saída para o oceano Pacífico” explicou o governador.

“Estudos preliminares apontam que as exportações vão economizar 14 dias de navio no envio de produtos com destino à Ásia. Além disso, estamos solidificando a integração entre os países da América do Sul”, informou Miglioli.

PRESENÇAS

O governo do Estado divulgou a presença das seguintes autoridades: ministro dos Transportes do Brasil, Maurício Quintella Lessa; o ministro de Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite; ministro de Relações Exteriores do Paraguai, Eladio Loizaga; vice-ministro de Obras Públicas e Comunicação do Paraguai, Juan Agustín Perez; Ministro do Interior, Obras Públicas e Habitação da Argentina, Rogelio Frigerio; Ministro de Obras Públicas do Chile, Alberto Undurraga; vice-ministro de Relações Exteriores do Chile, Edgardo Riveros.

Saiba Mais

Secretário vai ao Chile debater instalação de rota bioceânica que liga MS ao Oceano Pacífico

Reinaldo Azambuja defende implantação da Rota Bioceânica

Comitê de Fronteira discute turismo religioso e rota bioceânica

Chile faz ofensiva para MS utilizar bioceânica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s