Henrique Meirelles, JBS e a Lava Jato

henrique-meirelles

Henrique Meirelles – Ministro da Fazenda

É o mesmo caso da presidente afastada Dilma Rousseff, quando era presidente do Conselho da Petrobras. Houve escândalos e todos afirmavam que ela sabia.

1/7/2016

Jornal do Brasil

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta sexta-feira (1º) que, ao voltar para o governo, se desligou da J&F Participações, holding proprietária do grupo JBS, onde presidia o Conselho de Administração.

“Eu fui do conselho de diversas entidades [no passado]. Neste caso, era o conselho consultivo, objeto de consulta. Não tenho mais nada com nenhuma dessas empresas. Em todas [empresas na qual foi ligado] fui convidado e aceitei, mas fiz contratos de encerramento.”

A Operação da Lava Jato deflagrada nesta sexta-feira (1º) oferece elementos que deixam claro que as supostas irregularidades na empresa não começaram agora.  Que o ministro Henrique Meirelles se desligou da empresa, todos sabem. O que o povo quer saber é que se quando ele trabalhava na empresa – se essas denúncias são verdadeiras -, ele as conhecia.

O Jornal do Brasil  acredita que o ministro da Fazenda realmente não deve ter tomado conhecimento destas irregularidades, mas como homem de Estado, ele tem de dar explicação como a “mulher de Cesar”. Não tem que parecer ser. Tem que ser.

Neste momento tão grave para o país, não dá mais para todos os dias o povo brasileiro, sofrido e desempregado, ser tomado de surpresa com mais casos de corrupção. Se tudo isso for verdade, o país vai colapsar.

*****

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s