Colômbia desenterra corpos de guerra com as Farc para identificar cadáveres

farc

02/03/2016

Folhapress / Jornal O Estado 

Operação do governo com a facção já retirou mais de 60 mortos em sepulturas de indigentes

O cheiro de morte envolve o necrotério improvisado enquanto Diego Casallas usa um estilete para abrir um saco cheio de lama, com um corpo dentro. Os restos não identificados estão praticamente decompostos, depois de mais de uma década na terra, mas há indícios valiosos: um par de botas de trabalho marrom e uma mochila camuflada.

“Esses objetos podem levar a uma eventual identificação”, diz Casallas, antropólogo forense, enquanto inspeciona calmamente um osso do fêmur com a fria distância exigida para sua profissão.

À medida que um acordo para acabar com o conflito de meio século da Colômbia se aproxima, esse cemitério solitário em um antigo reduto rebelde se tornou um formigueiro de atividade. Nas últimas duas semanas, investigadores criminais desenterraram mortos na esperança de identificar 464 corpos colocados em sepulturas de indigentes sem identificação. Até agora, desenterraram 66.

É um trabalho lento. Cada exumação é documentada por antropólogos forenses, topógrafos e fotógrafos criminalísticos, sob a supervisão de um procurador, antes que amostras possam ser enviadas a Bogotá para análise de DNA e, espera-se, haja coincidência com um banco de dados genético em expansão, de milhares de colombianos cujos entes queridos desapareceram durante décadas de luta.

*Ver reportagem de página inteira na edição de hoje (02/03) do jornal “O Estado MS”.

www.oestadoms.com.br

*****

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s